Cirurgia íntima

Há cada vez mais mulheres a recorrer à cirurgia para corrigir alguma parte da região genital, dita intima, de que não gostam ou que gostariam que fosse da outra forma.

cirurgia íntima  pode ser realizada, tanto por razões estéticas como funcionais, com objetivo de melhorar a saúde íntima. E assim, melhorar a vida pessoal e aumentar a auto estima.

 

Tipos de cirurgia íntima

Ninfoplastia – Labioplastia

A ninfoplastia é indicada para quem considera o tamanho dos seus pequenos lábios vaginais maiores do que o normal e desejam fazer uma diminuição.

Estas mulheres podem sentir-se constrangidas com a cor escura e o tamanho dos pequenos lábios, podem apresentar dores durante as relações sexuais ou desconforto na prática de determinadas atividades físicas.

A Ninfoplastia ou Labioplastia para redução dos pequenos lábios é feita, geralmente, com anestesia local, sem necessidade de internamento e tem uma rápida recuperação. Em geral pode voltar ao trabalho em 2-3 dias e ao exercício físico em 2 semanas de forma progressiva.

 

Lipoescultura púbica

A lipoaspiração serve para reduzir o volume do chamado “monte vénus” ou púbis. Essa parte pode acumular um excesso de gordura significativo sendo inestético com determinadas roupas a gordura pode também ser utilizada para rejuvenescer outras partes do períneo envelhecidas, como os pequenos lábios.

 

Clitoroplastia

Esta cirurgia consiste, na maioria das vezes, em reduzir a pele que cobre o clitóris ou reduzir o tamanho do clitóris.

O excesso de pele sobre o clitóris pode comprometer a qualidade das relações sexuais e tornar difícil o orgasmo.

É um procedimento cirúrgico simples, de cerca de 20 minutos, com rápida recuperação.

 

Vaginoplastia ou Perineoplastia

Aqui o objetivo é de fortalecer os músculos da vagina, para que ela volte a ter seu estreitamento normal.

Geralmente essa região torna se mais larga e flácida após partos normais que duraram muito tempo, ou com bebés com um tamanho maior que o normal.

A cirurgia consiste em fortalecer os músculos e estreitar a vagina ajudando muitas mulheres que se sentem desconfortáveis com esta situação.

 

Clareamento vaginal

A região perineal, muitas vezes escurece com o tempo, por razões hormonais.

O clareamento vagina visa retirar a parte da mucosa que tem esses pigmentos. é feito na grande maioria das vezes para fins estéticos.

 

Himenoplastia

Esta cirurgia consiste em reconstruir o hímen da mulher, destruído quando a mulher perde a virgindade.

Entre as principais razões para realizar esta cirurgia estão aspetos culturais ou psicológicas, muitas vezes em casos de violação ou de auto-estima.

 

A cirurgia íntima é em geral simples, feita sob anestesia local, sem necessidade de internamento. A recuperação exige algum repouso e abstinência sexual por cerca de 30 dias.

As cirurgias íntimas podem ser feitas tanto por razões estéticas como funcionais, interessa por vezes esclarecer problemas psicológicos que devem ser resolvidos com ajuda psicológica. “Psicologia e não Cirurgia”.

No entanto, cirurgias íntimas podem ajudar a recuperar a auto-estima da mulher e fazer com que ela se sinta melhor e mais confortável consigo mesma.

É importante destacar que qualquer tipo de cirurgia plástica, incluindo a cirurgia íntima, deve ser realizada por um cirurgião credenciado. E assim, evitar problemas no pós-operatório, infeções e mesmo problemas durante a cirurgia.

Dúvidas?

Tem dúvidas em relação aos tratamentos? Quer esclarecer algum aspecto sobre os procedimentos envolvidos?

Não hesite em contactar a nossa equipa para esclarecer qualquer questão.

Contacte-nos
Ligar
Marcar consulta