A “charlatanice” em cirurgia estética

Na Cirurgia Estética existem, por vezes, praticas duvidosas que exploram, pressionam e algumas vezes põem em risco pacientes vulneráveis que apenas esperam melhorar o seu aspeto.

Deve desconfiar de clínicas ou institutos com táticas promocionais agressivas, em que uma assistente de vendas e não um médico aconselham procedimentos médicos e casos em que os pacientes são abandonados depois de um tratamento que correu mal.
Em alguns casos essas clinicas estão mais interessadas em lucros do que no bem-estar e segurança dos pacientes.
Não raramente, algumas das táticas usadas para persuadir pacientes a avançar com procedimentos estéticos são as facilidades de pagamento, descontos para quem trouxer amigos ou oferecer dois procedimentos pelo preço de um.
Devem ser banidas as cirurgias ou procedimentos estéticas como prémios de concursos.
Isto é tudo menos ético.

Deve ser prestada informação completa aos pacientes. Devem ser mostradas fotos de bons casos mas também da fase do inchaço, das nodoas negras e das cicatrizes na fase inicial.
Técnicas de marketing agressivas são muitas vezes usadas para maximizar o lucro. Isso pode ser aceitável para vender mercadoria mas não para pessoas que pensam realizar uma cirurgia.
É errado que as primeiras consultas gratuitas sejam realizadas por assistentes de venda e não por médicos.

A cirurgia e também a cirurgia estética é um passo sério, tão sério como qualquer outra cirurgia e o paciente deve estar informado acerca dos riscos e dos possíveis efeitos imediatos e a longo prazo das suas opções para a sua saúde.

É errado que procedimentos mais simples como os tratamentos laser, injecção de Botox ou de fillers não sejam considerados actos médicos e como tal realizados por médicos em locais adequados.

O paciente deve exigir informação completa e que compreenda.
Deve perceber que o profissional tem os conhecimentos adequados a execução do procedimento e que dá prioridade á sua segurança.

Dúvidas?

Tem dúvidas em relação aos tratamentos? Quer esclarecer algum aspecto sobre os procedimentos envolvidos?

Não hesite em contactar a nossa equipa para esclarecer qualquer questão.

Contacte-nos
Ligar
Marcar consulta