Otoplastia

As orelhas descoladas ou de abano juntamente com outros defeitos de forma ou de excesso de tamanho quase sempre originam problemas psicológicos que dificultam a relação social.

Nas crianças isso é especialmente importante. Os colegas na escola podem ser bastante cruéis na avaliação, originando problemas de integração no grupo e de adaptação psicológica com possível repercussão no futuro.

Não há necessidade de permitir a humilhação da criança. Tanto mais que a intervenção cirúrgica, tanto em crianças como em adultos, é relativamente simples e com excelentes resultados.

Além da correção da orelha de abano na cirurgia estética da orelha pode corrigir-se a forma e o tamanho do lóbulo ou a má posição dos orifícios dos brincos.

2 horas
1500€ - 2000€
Preço de referência da cirurgia de Otoplastia
Crianças pequenas usualmente anestesia geral. Crianças mais velhas ou adultos anestesia local.
Regresso à escola ou trabalho: 5 a 7 dias. Prática de exercício físico com contacto: 1 a 2 meses.
Efeitos Secundários:

Inchaço, dormência, vermelhidão e dor ligeira de forma temporária.

Riscos:

Infecção da cartilagem. Má cicatrização. Coágulos de sangue que precisam de ser evacuados. Aspecto artificial das orelhas. Recorrência da protusão necessitando de repetição da cirurgia.

Duração dos resultados:

Em geral permanente.

Internamento:

Não

Tem dúvidas em relação aos tratamentos? Quer esclarecer algum aspecto sobre os procedimentos envolvidos?

Não hesite em contactar a nossa equipa para esclarecer qualquer questão.

Contacte-nos

Cirurgia das orelhas descoladas

Trata-se de um defeito genético bastante frequente. A cirurgia de correcção das orelhas descoladas ou otoplastia é a cirurgia estética mais realizada nas crianças.

Depois dos 6 meses de idade a cartilagem é tão estável que só pode ser remodelada com cirurgia.

De forma geral as crianças só tomam consciência das suas orelhas descoladas depois de ouvirem comentários de outras crianças

A orelha consiste de uma pele fina diretamente sobre um esqueleto de cartilagem, exceto o lóbulo da orelha que não tem cartilagem.
[read more=”Ler mais” less=””]
A sua causa pode estar localizada em dois pontos concretos da orelha: o antehélix e/ou a concha. O antehélix localiza-se na parte superior central da orelha e quando não tem curvatura a orelha fica “descolada” da cabeça. A concha é a zona côncava junto ao canal auditivo e que se encontra em contacto com o crânio, se apresenta um ângulo demasiado aberto ou é grande em dimensão a orelha também fica “descolada” da cabeça. O lóbulo também pode estar afastado.

Trata-se de uma cirurgia com poucos riscos ou complicações que permite a correcção simultânea dos três aspetos.

Existem diferentes técnicas cirúrgicas. Mas o propósito é o de colocar a orelha mais próximo da cabeça, mas não colada, numa posição mais natural. Isso sem provocar fraturas ou ângulos agudos na cartilagem.

Não é habitualmente possível fazer ambas as orelhas exatamente iguais.

Preferencialmente as crianças devem querer fazer a cirurgia por si próprias e não para satisfazer os pais.

A cirurgia é efetuada sob anestesia geral nas crianças e anestesia local nos adultos. Demora cerca de 2horas.

Procede se a realização de uma incisão na parte posterior da orelha e em algumas técnicas são dados pontos com fios que moldam a cartilagem para trás, por vezes após o enfraquecimento da cartilagem.

Depois de modelada a orelha sutura-se a incisão e coloca-se uma ligadura na cabeça que mantém por 36h.

Não necessita de internamento.

Vem para retirar a sutura ao fim de 10 dias.

Por precaução contra os movimentos bruscos e involuntários durante o sono durante o primeiro mês á noite deve utilizar uma banda de compressão ligeira que proteja as orelhas.

A atividade física deve ser evitada por cerca de 3 semanas mas os desportos com contato físico devem ser evitados durante 2 meses. Uma vez que a cicatriz fica atrás da orelha não há necessidade de protecção solar.

A sensibilidade fica alterada por alguns meses.

Os resultados podem ser excelentes tanto física como psicologicamente.

Outras operações nas orelhas

Nas pessoas com maior idade não é raro que as orelhas atinjam maiores dimensões principalmente ao nível dos lóbulos.

Por vezes um lóbulo fica rasgado por um brinco ser puxado acidentalmente ou devido ao seu peso excessivo. Nestes casos o paciente deve esperar após a correcção algum tempo até usar de novo brincos ou então fazer um novo orifício em outra posição.

Outras cirurgias menos frequentes e reconstrutivas podem também ser realizadas na orelha.
[/read]

Ligar
Marcar consulta